E OS AEXANOS SE CONFRATERNIZARAM

E OS AEXANOS SE CONFRATERNIZARAM

HELVÉCIO REC

Helvécio Trindade  – Diretor Social

Helvécio Trindade

Foi uma sexta-feira que acordou ensolarada. Parecia que o dia tinha sido lavado, pois a chuva da véspera fizera um belo serviço. E este cenário continuou até lá pelas três da tarde, quando nuvens começaram a se formar no céu desta Belo Horizonte. Elas foram se juntando, botando lá um tom de cinza escuro, talvez um dos 50. São Pedro certamente administrava essa montagem e, quando já não pode segurar, liberou um temporal de fazer inveja a qualquer sistema Cantareira. E foi chuva pra valer durante duas horas, alagando ruas com bueiros entupidos e provocando um trânsito bem difícil.

Às 19 horas ainda chovia a cântaros. Felizmente, aos poucos a chuva foi amainando, permitindo-se prever que a Confraternização de Final de Ano da AEXAM, embora com atraso, aconteceria em sua plenitude.

E assim se deu.

No “scoth bar” da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP), preparado para receber 58 presenças confirmadas de aexanos e familiares, uma mesa com deliciosas iguarias aguardava as suas chegadas. E elas foram acontecendo na maior animação dos abraços, sorrisos e alegria.

Reencontros de quem não se via há alguns dias, há poucos meses e há muitos anos. Irmanados e felizes, eles fizeram o momento de diversos corpos e uma só alma.

Ao final foram 52, pois o temporal intimidou alguns.

O presidente José Maria fez-lhes as boas-vindas e os agradecimentos necessários, passando ao Mestre de Cerimônias a tarefa do encaminhamento da programação. Na tela da televisão uma “Oração do Caboclo” deu o tom de que aquele evento era também uma oportunidade de agradecimento a Deus.

Satisfeitos e saciados, os aexanos e suas preciosas acompanhantes tornaram-se os agentes da escolha da letra do Hino da AEXAM, cuja melodia fora composta e presenteada pelo aexano Rogério Campos à Associação. Foram cinco sugestões de letras e a vencedora, aclamada e cantada a plenos pulmões, teve a autoria do aexano Dinilton, que, nas horas vagas da sua arquitetura, encaminha os seus e-mails, “poliglotando” e poetizando para o agrado dos seus destinatários.

Este hino será cantado por um coral de mais de 150 pessoas no Encontro Anual em Mariana, nos dias 10, 11 e 12 de julho de 2015, Deo volente!

Com a presença do compositor ao piano, ainda teve “muito samba, muito choro e rock’n’ roll”, nas vozes entusiasmadas de alguns aexanos e animadas esposas, enquanto alguns casais faziam o “dois pra lá, dois pra cá”, tudo em animação e descontração gerais.

Beirando a 0h45 do sábado os dez remanescentes foram tomando seus carros para retorno aos lares. Pelo que se observou, todos ficaram felizes em participarem dessa Confraternização.

………………………………………………………………………………………………………….

                                                                                                                    Palavra do Presidente

DSC09300 REC

José Maria Gomes – Presidente

Prezados aexanos!

Sejam bem-vindos à nossa Confraternização do Final deste ano de 2014.

Após a escolha que vocês fizeram em julho, durante o Encontro Anual da AEXAM, indicando-me para Presidente, esta é a primeira oportunidade que tenho para reuni-los.

Faço isto com muita alegria, pois entendo que esta é a maneira de mantermos fortes e valiosos os laços que nos unem a partir do Seminário de Mariana.

E os abraços que trocamos ao chegar são a prova de que este sentimento está aqui conosco. Vocês foram solícitos em atender o nosso convite e ver este salão cheio é a prova incontestável de que a nossa Associação é muito importante para todos.

Obrigado por vocês estarem aqui!

Como todos já sabem, o Rogério Campos enviou-nos uma linda melodia como sugestão para o nosso hino, propondo que fosse feita uma letra por algum aexano. O Helvécio, nosso Diretor Social, achou que esta tarefa deveria ser estendida a todos os associados. O resultado é que tivemos cinco sugestões de letra para o hino da AEXAM ou do Aexano, cuja escolha será feita através de uma votação por vocês aqui presentes.

As manifestações individuais serão as nossas cédulas de votação.

E ao final cantaremos aquele hino que tivermos escolhido, sendo um treino para o nosso próximo Encontro, nos dias 10,11 e 12 de julho de 2015, no 2º final de semana do mês de julho, no Seminário São José em Mariana.

Observem que agora já falamos em 3 dias, com a chegada na sexta-feira, à tarde, um costume iniciado pelo Raymundinho e alguns poucos e que neste ano de 2014 foram 38.

É importante que eu faça um agradecimento especial ao aexano Antônio Leal que nos proporcionou este espaço para esta Confraternização.

– “Leal, meu caro, em nome da Diretoria da AEXAM e de todos aqui presentes, muito obrigado!”

Assim, sem mais, passo a palavra ao Helvécio, mestre de cerimônias desta festa.

Obrigado a todos!

………………………………………………………………………………

HELV REC

Helvécio Trindade – Diretor Social

Fala do Helvécio

Boa noite a todos vocês!

Como disse o nosso presidente José Maria, carinhosamente e, só entre nós, chamado de Campainha, este é um momento de alegria e troca de abraços calorosos entre antigos parceiros de rezas, estudos e peladas.

Não há como evitar que a memória de cada um de nós visite os “antigamentes” do Seminário de Mariana e, se até lá ela viaja, encontra lugares e pessoas que fizeram parte da nossa vida.

Esta confraternização, de certa forma, reproduz um pedaço do filme das nossas vidas ao nos colocar novamente juntos, contando casos e fatos vividos.

Estamos diferentes sim, nos cabelos grisalhos, nas rugas marcadas, no abdômen um pouco proeminente e na agilidade comprometida, mas ainda iguais no sentimento fraterno e carinhoso dos tempos marianenses. E isto é muito bom!

Vejo aqui, participando deste momento aexano:

– o Afonso Mariano, recém-saído de episódio coronariano, firme, com a Solange;

– o Pessoinha, que está vivendo a alegria de um novo amor. Águida, seja bem-vinda!

– o Raymundinho, o Passagem, o Padre Jésus, o Cupertino com o amigo Alex (filho do ex-seminarista  Ítalo Grazzi da década de 1950), o Antoninho, que botaram o carro na estrada. A propósito, o Lisboa e a Delci, viriam do sítio onde moram, ao lado do Caraça, mas São Pedro torrencial não os deixou vir. Eles estão aqui em espírito, tal como me pediu para dizer a vocês.

– os aexaneiros, um mix de aexano e medianeiro (que estudaram no Seminário Nossa Senhora Medianeira de Montes Claros), o Dinilton, o Pacheco e a Rosinha e o Nassif com a Leila. Pena que o Leal não pode vir.

– o Padre Célio, mestre de muitos de nós, e seu acólito e amigo, Pedro Jorge;

– o Newton, o Matozinho, o Carlos Senra e a Rose (que tiveram de sair mais cedo por compromisso familiar), o João Alberto e a Judith, o Peixe a Inez e o Mário Camilo e a Cirlei (que vão chegar), todos que nos dão muita alegria com este reencontro;

– o Guido, o Hemétrio, o Vicente Gonçalves, o Tomé e a Kátia, o Burgareli e a Ortência, o Diduia e a Rosa, o Roque a Merania, sempre presentes e participativos;

– o Quintino, vindo de Monlevade, e o Rogério com a Melide, de Viçosa, imprescindíveis nesta Confraternização;

– também presentes, através das mensagens que recebi:

– Meu “muito caro” Helvécio,

quando recebi o convite para a confraternização de hoje, programei-me para ir, na certeza de viver momentos de raras ALEGRIA e FELICIDADE. Entretanto, não posso ir: estou “depauperado”, por causa de uma operação de hérnia. Meu abraço amigo a todos vocês e os votos de um felicíssimo encontro (desculpe o pleonasmo ).

Façam desta noite, uma noite de Natal e tenham um 2015 rico em bênçãos divinas. Abraços e beijos. Vicente Pinto Coelho

Aos caros amigos Aexanos, com os meus agradecimentos pelo convite para sua festa e o abraço do irmão do Miguelão. Vital.

 Miguelão era o Miguel Arcanjo Vital, que foi colega de turma do Newton e do Pessoinha.Aliás, o Vital está aqui presente, não só em espírito, como também em líquido, através deste uísque que ele gentilmente nos ofereceu.

– o Marco Túlio e a Valéria, que, há oito anos, se disponibilizam para esta associação;

– os ex-presidentes Japão e Josué com a sua Geralda, dedicados dirigentes da AEXAM. Aliás, o Josué, importante no apoio logístico deste evento;

– o presidente José Maria e a Rosa, ele sempre atarefado e envolvido com mil coisas, mas nem por isto menos atuante nesta presidência;

– e a minha Rosana, claro!

Todos nós fazemos especial esta Confraternização de Final de Ano.

O Caboclo na sua oração disse:

“Vô rezá de ôtro jeito, Vô pará com a pedição”.

Então nós só vamos agradecer A Deus a possibilidade deste reencontro.

Aproveitemos então!

**********************************************

Vejam as fotos da Confraternização 2014

 

DSC01434   DSC01433    DSC09300 DSC01440 DSC01439 DSC01436 DSC01435 DSC01452 DSC01451 DSC01450  DSC01449   DSC01448   DSC01446  DSC01445  DSC01444 DSC01443 DSC01442 DSC01441DSC09101 DSC09103 DSC09102   DSC01457 DSC01456 DSC01455 DSC01454 DSC01453  DSC09154 DSC09153 DSC09151 DSC09150 DSC09148 DSC09147 DSC09146 DSC09145  DSC09138 DSC09135 DSC09134 DSC09130 DSC09129 DSC09127 DSC09126 DSC09121 DSC09120 DSC09118  DSC09112  DSC09108 DSC09107 DSC09105 DSC09104DSC09105DSC09155DSC09154DSC09153DSC09151DSC09150DSC09148DSC09147DSC09146DSC09145DSC09138DSC09135DSC09134DSC09130DSC09129DSC09127DSC09126DSC09121DSC09120DSC09118DSC09112DSC09109DSC09108DSC09116

DSC09107DSC09242DSC09241DSC09240DSC09235DSC09231DSC09229DSC09227DSC09225DSC09220DSC09217DSC09213DSC09207DSC09192DSC09187DSC09186DSC09182DSC09174DSC09169DSC09167DSC09163DSC09162DSC09161DSC09160DSC09159DSC09158DSC09156DSC09174DSC09282DSC09279DSC09278DSC09276DSC09275DSC09273DSC09272DSC09270DSC09269DSC09268DSC09258DSC09257DSC09253DSC09250DSC09249DSC09248DSC09246DSC09243DSC09242DSC09241DSC09240DSC09235DSC09231DSC09229DSC09227DSC09225DSC09220DSC09217DSC09213DSC09207DSC09192DSC09182DSC09284DSC09283

DSC09291DSC09288 DSC09298DSC09297

,

Deixe uma resposta