Instituto Teológico São José (Seminário Maior São José) – Mariana

SEMINÁRIO MAIOR SÃO JOSÉ – Instituto Teológico São José

Foi criado por dom Helvécio Gomes de Oliveira, ao benzer sua pedra inaugural, em 23 de junho de 1928, hoje localizada na lateral externa de sua capela, com os seguintes versos isopsefos (isos+psefos = igual + cálculo, isto é, têm conta igual) de engenhosa composição do grande latinista padre Pedro Sarnell, CM:


NONO KALENDAS JULII
“HVNC LAPIDEM HELVETIVS POSVIT BONA TECTA PRECATVS HIC SACRO VICTV GAVDET ALVMNVS ALI
No nono dia antes do mês de julho
“Aqui o aluno se alegra ao ser nutrido com o alimento sagrado”

Os algarismos romanos somados dão a data da bênção da pedra inaugural: 1928.
Vejamos:
V + C + L + I + D + M + L + V + I + V + V + I + C + C + V
I + C + C + V + I + C + V + V + D + L + V + M + V + L + I

5+100+50+1+500+1000+50+5+1+5+5+1+100+100+5 = 1928
1+100+100+5+1+100+5+5+500+50+5+1000+5+50+1 = 1928

A sua planta é da autoria do arquiteto José Poley , então residente no Rio de Janeiro., onde também residia o engenheiro-fiscal, Dr. José Luiz Mendes Diniz, que acompanhou a construção .
O revestimento decorativo da fachada tem a autoria do alemão João Weindler, a pintura do teto da capela de Pietro Gentile e no vestíbulo e em dois salões há dois grandes quadros de Hans Nobauer, artista austríaco que tem vários painéis no Palácio da Liberdade em Belo Horizonte.
No frontispício, ao alto, destaca-se belíssimo quadro em azulejos, no qual se fé, ao fundo, o Vaticano, fulgurante, como um farol a iluminar o mundo, rumo ao qual numeroso rebanho de cordeiros é conduzido pelo pastor, São José, adroeiro do Seminário Maior. Este painel de treze metros quadrados é composto de quinhentos e sessenta e cinco azulejos, fundidos em Lisboa, cujo desenho é do artista lusitano Jorge Colaço.

A escadaria principal tem incrustações de topázio imperial bruto.

Foram seis anos para a sua construção, acompanhada minuciosamente pelo arcebispo, que o inaugurou em 1934.

Coube também aos lazaristas a direção desse estabelecimento, tornando-se responsáveis pela formação e ordenação de muitos sacerdotes. Lá permaneceram até 1967, quando o seu funcionamento, por iniciativa do então arcebispo dom Oscar de Oliveira, foi garantido pelo clero secular.
Atualmente tem a designação de Instituto Teológico São José e junto com o Instituto de Filosofia, igualmente instalado em Mariana, compõe a estrutura que se chamava Seminário Maior.


**********************************************************************************************


Desde 1967, com a saída dos Padres Lazaristas, o funcionamento dos Seminários de Mariana, por iniciativa de Dom Oscar de Oliveira e com seu apoio, foi garantido pelo clero secular.
A partir de 1991, acatando sugestão da Primeira Assembléia dos Presbíteros da Arquidiocese, o arcebispo Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida decidiu criar uma casa de formação distinta para os seminaristas do Curso de Filosofia, de maneira a facilitar o acompanhamento personalizado dos vocacionados e dar uma identidade maior aos estudos filosóficos.


Atualmente o processo formativo se desenvolve em quatro etapas:

A primeira é chamada de GOV (Grupo de Orientação Vocacional) que acompanha os vocacionados no período do ensino  médio, em regime de externato, com encontros mensais.


A segunda é o Ano Propedêutico, instalado junto à Paróquia do Bom Pastor, em Barbacena, após os estudos de ensino médio, sendo obrigatório para todos. Esta etapa da formação destina-se a uma intensa experiência de vida comunitária, à suplência dos estudos, ao aprimoramento integral, a um maior discernimento vocacional e a um conhecimento da realidade sócio-econômico-religiosa da Arquidiocese de Mariana, a partir das suas cinco regiões

pastorais.

A terceira etapa é a da Filosofia, com duração de três anos.

A quarta etapa é a da Teologia, com duração de quatro anos. Estas duas últimas são desenvolvidas em comunidades distintas na cidade de Mariana.


Esse processo tem atendido aos vocacionados da Arquidiocese e também aos de outras dioceses que não possuem instituições análogas.

Seminário São José
Instituto de Teologia

Rua Cônego Amando nº 57 – Caixa Postal nº 11
35420-000 – Mariana – MG
Telefones: (31) 35571140 – 35571170

PADRE LAURO SÉRGIO VERSIANI BARBOSA – Reitor do Seminário de Mariana – Diretor do Instituto de Teologia

PADRE GEOVANE LUÍS DA SILVA – Diretor de Estudos do Instituto de Teologia

Outros formadores residentes: CÔNEGO JADIR TRINDADE, PADRES JOSÉ CASSIMIRO SOBRINHO E ENZO DOS SANTOS.

Secretária: HONORINA CARDOSO REIS

1o. ano
1. André de Oliveira Quintão, Piranga, Mariana
2. Daniel Ângelo Henriques, Capela Nova, Mariana
3. Edivaldo Batista Amorim, Divino das Laranjeiras, Governador Valadares
4. Edivan Cardoso, Conselheiro Pena, Governador Valadares
5. Glauber Rodrigo Passos Lacerda, Rio Doce, Mariana
6. Marcus Vinícius Ferreira Vespasiano, Valadares, Governador Valadares
7. Ronaldo Raul de Pompeu, Capela Nova, Mariana
8. Werques Rodrigues Ribeiro, Pedra Bonita, Mariana

2o. ano
9. Adão Carlos Teixeira, Divinópolis, Divinópolis
10. Alex Marques Ferreira, Divinópolis, Divinópolis
11. Anderson Bastos, Divinópolis, Divinópolis
12. Bráulio Sérgio Mendes, Ouro Preto, Mariana
13. Carlos Batista de Brito, Espinosa, Januária
14. Claudinei Lourenço de Souza, Canaã, Mariana
15. João Paulo da Silva, Guaraciaba, Mariana
16. Joaquim de Diogo de Melo, Desterro do Melo, Mariana
17. Jorge Henrique Abreu Tanus, Barbacena, Mariana
18. Reginaldo Martins Vieira, Divinópolis, Divinópolis

3o. ano
19. Afrânio Vieira de Almeida, Piedade de Ponte Nova, Mariana
20. Éder Barbosa de Oliveira, Paracatu, Paracatu
21. Eliseu Donisete de Paiva Gomes, Capela Nova, Mariana
22. Geraldo Dias Buziani, Rio Doce, Mariana
23. Jean Lúcio de Souza, Conselheiro Lafaiete, Mariana
24. Paulo Henrique Ribeiro Mariano, Barbacena, Mariana
25. Rafael Luiz de Souza, Guarda Mor, Paracatu
26. Régis Antônio Néri Borges, Paracatu, Paracatu
27. Rodrigo Souza da Silva, Guarda Mor, Paracatu

4o. ano
28. Antônio Marcílio da Silva, Paracatu, Paracatu
29. Davi Teixeira, Divinópolis, Divinópolis
30. Edmárcio Moreira Gomes, Rio Casca, Mariana
31. José João Araújo Silva, Cristalândia, Cristalândia
32. José Renilson da Silva, Divinópolis, Divinópolis
33. Joselito Adriano Moreira, Passagem de Mariana, Mariana
34. Marco Antônio de Oliveira, Mariana, Mariana
35. Rodney Francisco Reis da Silva, Brás Pires, Mariana
36. Ulysses César Nogueira Alvim, Divinópolis, Divinópolis

Deixe uma resposta