Reunião da Diretoria

REUNIAO DA DIRETORIA
Conforme convocação, realizou-se a reunião da diretoria da AEXAM no dia 18 de abril na residência do Presidente. Estiveram presentes os diretores: Antônio Pacheco dos Santos, Vice-Presidente; José Nassif Antunes, Secretário; Marco Túlio Vieira Torres, Tesoureiro; Antônio Dinilton de Carvalho, Diretor Social; José Guido, Conselho Fiscal; Francisco Matozinho das Chagas, Conselho Fiscal. O Conselheiro Mário Cleber da Silva justificou sua ausência por motivo de doença.
O Presidente abriu a reunião agradecendo a todos pela presença e fez um resumo da reunião anterior.

 

TESOURARIA
O Tesoureiro Marco Túlio apresentou o relatório da Tesouraria, discorrendo sobre as despesas da AEXAM a partir de agosto de 2012 e indicando o saldo atual. O Presidente abriu a discussão sobre as finanças da Associação, dizendo de sua preocupação porque a AEXAM não tem uma arrecadação fixa, em oposição a despesas certas com a Revista Gens Seminarii e o Encontro Anual. Disse que tem dificuldades de ficar solicitando colaboração dos colegas para cobrir estas despesas.

 

REVISTA GENS SEMINARII

 

Em seguida, o Presidente fez um relato sobre a Revista Gens Seminarii. Primeiramente, disse que a AEXAM possuía, apenas, um Boletim Informativo e o Monsenhor Raul a Revista GS 58. Por iniciativa da AEXAM, foi proposto ao Monsenhor Raul unir os dois informativos, formando a Revista Gens Seminarii, oferecendo ao Seminário um terço do espaço, sem nenhum custo, ficando a Revista tripartite quando a distribuição da matéria, mas bipartite quanto aos ônus: Monsenhor Raul e a AEXAM. A Revista passou de monocromática a policromática, aumentando, sensivelmente, os custos da edição. Como agravante, o Monsenhor Raul passou a não ter condição de participar, financeiramente, da edição e da postagem da Gens Seminarii, passando a AEXAM a assumir todo o custo, com um custo médio de R$ 9.000,00 (nove mil reais) por edição, totalizando R$ 18.000,00 (dezoito mil) anuais.
Diante desta situação, o Presidente se reuniu com o Padre Laudo, responsável pela parte do Seminário (Arquidiocese), expondo-lhe as dificuldades da entidade em conseguir recursos para cobrir estes gastos.  O Padre Lauro foi sensível ao caso e prometeu consultar seus pares para esta solução que, graças a Deus, foi a contento e ajudou com R$ 2.500,00.

Custo da edição da Revista no. 12:

Editor da parte da AEXAM —————————————-R$470,00
1500 exemplares —————————————————–  R$ 6.000,00
Postagem (correio) ————————————————– R$ 2.614,00
Total ——————————————————————-R$ 9.084,00
Participação do Seminário —————————————— R$ 2.500,00
Participação da AEXAM ——————————————- R$ 6.584,00

Diante deste quadro, foi colocado o problema do custo da Revista, havendo discussão e sugestão para minimizar as despesas e viabilizar a manutenção deste meio de comunicação sem perder a qualidade. Houve a sugestão de manter a Gens Seminarii, apenas, on line, o que não foi aprovado, ao argumento de que, pela experiência, nem todos os associados têm o hábito de consultar a internet. Ademais, a Revista escrita é mais fácil para se ler e melhor para se guardar.
Uma sugestão aprovada foi diminuir o número de exemplares. Cada parceiro deverá providenciar esta redução, tentando uma tiragem de 1000 exemplares.

GALERIA DOS ILUSTRES

O Presidente comentou sobre a Galeria dos Ilustres e disse aos diretores que não gostaria de assumir, sozinho, a inclusão de colegas nela, preferindo adotar uma decisão colegiada quanto a sua aprovação. Muitos diretores desconheciam esta página do site da AEXAM. Ficou decidido que todo aexano pode indicar nomes e a diretoria aprovar dentro de alguns critérios que entendem como “ilustres”. Na próxima reunião, serão apreciados os nomes indicados. Solicitamos que indiquem nomes com o curriculum vitae.


ENCONTROS REGIONAIS

Pelo programa da Presidência, deveria acontecer um encontro Regional no Vale do Aço, no Sul de Minas, no Norte e na Zona da Mata, dentro de suas possibilidades. Disse o Presidente que o Encontro do Vale do Aço ainda não aconteceu em virtude de que seu Coordenador, José Ivanir Américo, não conseguiu apoio de seus colegas da Região para realizá-lo em Itabira.
A diretoria discutiu o assunto e chegou à seguinte conclusão: o encontro regional deve ser de iniciativa e de interesse dos associados daquela região com apoio da AEXAM e não uma imposição desta. Assim, só haverá estes encontros se os interessados o promoverem, dando a Associação todo apoio e se comprometendo levar colegas da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

ENCONTRO ANUAL

 

O Presidente ressaltou que, no seu entender, dois pontos altos da AEXAM são a Revista Gens Seminarii e o Encontro Anual em Mariana. A data deste encontro já foi fixada: 13 e 14 de julho próximo.
Tema. No último encontro de Mariana, foi sugerido o tema: A DIÁSPORA, porque muitos aexanos não sabem o que foi este acontecimento e por isto gostariam de conhecê-lo com detalhes. Uns, porque estudaram no Seminário Maior antes de 1966 e, outros, porque estiveram lá depois. Somente quem estava no Seminário Maior, em 66, sabe o que se chama de DIÁSPORA.
Diáspora, num sentido genérico, significa dispersão (em grego antigo, διασπορά – “dispersão”). Num sentido especifico, significa o exílio dos judeus para países fora de Israel. Como houve uma dispersão de todos aqueles alunos do Seminário Maior de Mariana, em setembro de 66, daí o nome DIÁSPORA.
O Presidente recebeu uma sugestão do colega João Batista Lima, ex-presidente da AEXAM, indicando o tema: “Comunidade nas Comunidades”, resultado da 51ª. Reunião da CNBB, admitindo que poderia ser em conjunto com a Diáspora.
A diretoria decidiu ficar, apenas, com o tema Diáspora para se evitar um excesso de palestras, em atendimento, também, a uma sugestão do Lima, no sentido de se privilegiarem o bate-papo, as boas lembranças daquele período em que viveram juntos em Mariana.
Palestrante. Foi sugerido o nome de um lazarista que esteve no Seminário Maior quando de seu fechamento, pois conhece bem os fatos que ocasionaram aquele episódio.

Foi aprovado que a Missa ficaria como nos anos anteriores, na Catedral, mas com a participação dos aexanos nos cantos, desde que se conseguisse um maestro. Muitos nomes foram sugeridos. O Presidente vai contatar um deles.
Considerando que o ENCONTRO ANUAL é de todos e que toda a diretoria deve se engajar nele, foram distribuídas as seguintes comissões, presididas por um diretor:

  • Recepção: Antônio Dinilton, Diretor Social.
  • Secretaria/Tesouraria: Marco Túlio, Secretário e José Nassif, Tesoureiro.
  • Hospedagem: Antônio Pacheco, Vice-Presidente.
  • Apoio, Bem-Estar e Transporte: Francisco Matozinho, Conselheiro.
  • Refeições e Cardápio: José Guido, Conselheiro.
  • Plenárias – Show e Som – (falta indicar)
  • Fogueira – Noite de Congraçamento: Sebastião Paulo.
  • Divulgação: Josué Abreu – Presidente e Marco Túlio, Tesoureiro.

SUGESTÕES SOBRE O ENCONTRO – O Diretor Dinilton sugeriu uma ida de Ouro Preto a Mariana pelo trem da Vale. A ideia foi bem aceita, mas há um problema de logística que é a conjugação do horário de saída do ônibus de BH e sua chegada a Ouro Preto antes da saída do trem, às 10 horas. Seu custo é de R$ 40,00 por percurso. O assunto será definido melhor posteriormente.

SITE DA EAXEM

 

O Presidente fez um relato sobre o site da Associação, dizendo que é sempre um calcanhar de Aquiles para ele, pois site deve ser atualizado, no mínimo, semanalmente, o que nem sempre é possível. Vai procurar mantê-lo atualizado para que haja interesse de sua visita.

ASSUTOS LIVRES

Ficou decidido que todos os diretores deverão se empenhar na divulgação do encontro. O Diretor Dinilton fará um e-mail de grupo para a diretoria e para todos os aexanos que quiserem compartilhar com as informações e discussões levantadas por qualquer um.
Foi sugerido pelo Presidente um passeio a Inhotim – Brumadinho e uma viagem de Trem de Belo Horizonte a Vitória, somente de ida e a volta de avião ou ônibus. Aguardem.

Estes foram os assuntos tratados pela Diretoria da AEXAM, esgotando-se a pauta, mas outros assuntos poderiam ser tratados se não fosse a necessidade do Presidente de se ausentar para acompanhar sua esposa que estava internada no Hospital.

Deixe uma resposta